Azul

Um homem caminha vestido de azul

na órbita paralela dos meus pensamentos.

Observo (desmedida) à medida que avança.

Palmo a palmo 

a melodia do seu andar elegante

quase toca as minhas mãos.

Ele detém-se e faz conversa de ocasião.

Nós sabemos que é inútil remover o desejo da porta da frente do corpo 

por isso sorrimos os dois, exageradamente.

A cidade está iluminada pelo sol

mas não faz a menor diferença,

ele submete a paisagem à sua presença.

Standard